quarta-feira, fevereiro 25, 2009

Olhar em frente.


Caímos mas vamos levantar - nos de novo.
O próximo jogo é o mais importante.
O F.C.Porto é quem vai pagar a factura!

6 comentários:

Anónimo disse...

Amigo Joaquim Agostinho,Bela forma de levantar o moral ao Povo Sportinguista.É como depóis da Tempestade vem a Bonança.Outros dias virão e todas as feridas vão sarar;mas pela certa concorda que Tem de Haver uma limpeza;Roca,Abel,Tiui,e mais 3ou4 para fazer uma equipe de futsal porque para campeonato e Europa não podem ser jogadores xeios de Arterozes nos ossos e e miolos destilados.VIVA o S C P

JediVermelho disse...

Sou do Benfica,mas creio que a estupidez em forma de jornalista tem limites,mesmo qd ataca o Sporting.Exorto os leoninos a lerem isto e a encherem a caixa de correio deste homem como impropérios!Leiam neste link!http://www.record.pt/noticia.aspx?id=f00f07cc-863a-4434-a8ca-e21ea819ee66&idCanal=00001089-0000-0000-0000-000000001089

joaquim agostinho disse...

Anónimo
Se na época passada se os dirigentes nos tivessem dito que íam contratar um jogador para o lugar do Miguel Veloso nós pensariamos duas coisas:
(i) endoideceram ou
(ii) O Veloso já estava vendido

Anónimo disse...

Á uma que por vezes gosto de dizer;deixós aboizar,que abro os braços para os abraçar,e fico mesmo no meio dos 2 ossos em pontas livres.

PPA disse...

A noite mais negra da história do futebol do Sporting

Em “30 anos” de futebol nunca tinha visto uma coisa assim.
Quando se assiste a um jogo em que uma equipa dá 5 a outra, normalmente é um jogo de ataque continuado de uma das equipas.
Como exemplo recuo este ano a um jogo em que o Sporting deu 5-1 ao Paços de Ferreira. Quantos e tantos tantos ataques, remates e oportunidades para se conseguirem 5 golos.
Recuo ainda a 1964, talvez no melhor jogo de sempre do Sporting, a vitória 5-0 em Alvalade sobre o Manchester United de Charlton e Best, que trazia um claro 4-1 de Inglaterra. Um jogo de ataque demolidor por parte do Sporting, que não se contentou com o 3-0 que o apurava.
Já este ano vimos um jogo do FCP em Londres em que apanhou 4-0, mas onde o resultado poderia ter sido 8 ou mais, tais as chances desperdiçadas pelo Arsenal.
Pois ontem como dizia, nunca tinha visto uma coisa assim. De cada vez que o Bayern foi à baliza do Sporting marcou… e jogando sempre pausadamente e com o relógio.
Uns anos atrás o Benfica apanhou o Bayern, e só o jogador Klinsmann meteu 7 golos em 2 jogos; mas lá está, o Bayern jogou em força e ao ataque, não da forma que goleou um irreconhecível Sporting!
Não se admite que jogadores profissionais tenham tido uma mentalidade de meninos da escola primária, pois na altura em que perceberam que não teriam hipóteses na eliminatória (0-2) a apatia e o desnorte foram tais que meteu dó.
Não tenho memória de um jogo que termina com 50/50 em posse de bola, acabe com um desnível de 5-0! Já para não falar que ironicamente a equipa que perdeu teve mais remates, cantos, etc.
Tanta sorte para uns e tanto azar para outros.
Correu tudo bem ao Bayern e tudo mal ao Sporting.
Não se entende como um Sporting que se bateu como bateu o ano passado em 2 jogos com o Manchester United, tenha tido uma prestação tão desastrada.


Convocatória:
Quando se soube a constituição das equipas, todos ficaram de boca aberta por Paulo Bento mudar 5 jogadores em relação ao último jogo; uma excelente e concludente vitória sobre o rival Benfica.
Isto também deve ser inédito; até porque alterou 3 dos 4 defesas.
Onde estava Paulo Bento com a cabeça? Endoideceu?
Abel e Romagnoli titulares? Vuk no banco? Estaria Paulo Bento convencido que jogava contra o Arentela para a Taça?
Quis fazer o mesmo que Jesualdo no jogo da Taça da Liga em Alvalade?

Conjuntura:
Um Bayern ultimamente com maus resultados na Alemanha, apesar de estar a 4 pontos do 1º a meio do campeonato, encontrava aqui o momento ideal para “limpar a cara”.
Um Sporting com um calendário que entalou este jogo com o Bayern numa só semana na sequência: Benfica – Bayern – Porto não augurava nada de bom; pelo menos para um dos jogos.
Posso confessar que estive na véspera no site do Bayern e todas as análises e declarações dos joadores e treinadores apontavam para o encarar da partida com grande seriedade, muito a sério, lebvando o Sporting muito em conta e considerando que um empate seria um bom resultado.
Ou seja, os Alemães respeitaram o Sporting.
O Sporting… desorganizou-se completamente.

Cansaço:
Pelo que se viu no jogo, e comparando a 1ª com a 2ª parte, parece evidente que a grande vitória sobre o Benfica “rebentou” fisicamente muitos jogadores.

Individualidades:
Nomes como Ribery ou Toni fazem de facto a diferença. Tal como "Abel", o nosso "Secretário".

O jogo:
Numa 1ª parte onde o Sporting foi mais mandão e poderia ter marcado por 3 vezes, a sensação com que chegamos aos 43 minutos de jogo é que o Sporting até estava por cima. O jogo cheirava claramente a empate ou a uma vitória magra do Sporting.
Mas um erro de Derlei aos 43’ a meio campo dá a bola a Ribery que não perdoou.
Fomos para o intervalo feridos, e regressamos não muito despertos, mas ai por volta dos 10’ da 2ª parte criamos 3 jogadas quase seguidas sempre pelo çlado direito, criando bastante perigo… mas não marcamos e num contra-ataque, o Bayern faz o 0-2 (em FJ).
Este golo rebentou os miolos aos Leões, que daqui para a frente permitiram que em 3 vezes que os Alemães foram à área, marcassem 3 golos.

Arbitragem:
Quando se perde 5-0 nem se equaciona falar de arbitragem, mas até por isso, porque o culpado da derrota é o Sporting convém dizer que o 0-2 (o golo que matou o jogo) foi em FJ e que no 0-4 Toni faz falta sobre Caneira.
De resto Van Bommel devia ter visto o 2º amarelo e foram permitidas aos Alemães entradas duras sem castigo.
O Francês de apito na boca irritou com 2 cenas de avisar veemente os Alemães para não demorarem, tendo até parado o jogo para correr meio campo até ao GR, mas nunca mostrou cartão.
O cumulo aconteceu quando 2 Alemães chocaram na sua área e ficaram estendidos, o Bayern contra atacou com perigo podendo marcar e quando o Sporting recupera a bola e se lança em ataque perigoso, o artista interrompe então a partida para depois dar bola ao solo. Simplesmente nojento qual Batta!

Futuro:
Este desastre táctico e de gestão Sportinguista poderá ter graves consequências no futuro.
A ver vamos…
E vamos ver também se o Sporting não ganhar ao FCP em casa deste (raramente acontece) a quem vamos tirar satisfações no Sporting pelo facto do Sporting ter concordado que o jogo seja no Sábado em vez de ser no Domingo ás 16:00 como deveria ser; tendo assim menos de 72 horas de descanso que bem precisava.
Não ganhar no Dragão significa a perda do campeonato e se calhar de mais coisas.
Caso isso não aconteça e fique claro que a derrota ou o empate aconteça por cansaço mental e se observem lances estúpidos não habituais; será de pedir a cabeça dos dirigentes e técnicos por esta péssima gestão.
Caso o Sporting venha com a vitória do Dragão, então temos que admitir que Paulo Bento é mesmo uma besta e desprezou a Liga dos Campeões… como o objectivo de passar a fase de grupos foi cumprido, ás tantas foi isso que lhe passou pela cabeça.
Vamos ver é se não perde os 2 jogos; e a minha ideia para o FCP – Sporting é só uma: o jogo até pode correr bem aos Leões, mas temo que se sofremos um golo, fiquemos perdidos em campo e ás tantas saímos de lá com outra goleada.


Nota: apesar desta má noite Leonina, a pior de sempre na Europa, exige-se respeito pelo Sporting Clube de Portugal.
Pois todas as equipas Portuguesas já apanharam grandes abadas.
O Sporting venceu apenas uma vez uma competição Europeia, mas é um clube respeitado na Europa, nomeadamente porque deu a maior goleada da história da UEFA (16-1), porque teve o jogador que marcou mais golos num só jogo Europeu, porque é a única equipa Portuguesa que desde que existem competições da UEFA apurou-se sempre a até porque ainda é a melhor equipa Portuguesa em Ranking (pontos) da UEFA.

Anónimo disse...

Paulo Bento e L.F.S.Franco por favôr alguem que puxe o Autoclismo para esta porcaria ir para o lugar que deve estar.Viva o S C P